Sete erros de comunicação que os casais cometem


Por Cintya Machado


A paz do Senhor...
Nessa época do ano, vão acontecendo casamentos e resolvi trazer um artigo sobre erros que os casais comentem. Espero que voces sejam edificados, inclusive os casais de namorados... que serão os futuros casais 'casados' e novas famílias. E Deus quer nos ensinar... afinal convivência a dois, não é nem um pouco fácil.
Deus abençoe a todos!

Artigo escrito por: Ibson Roosevelt
Disponivel em: http://www.vidaadois.net/Edicao-2/sete-erros-de-comunicacao-que-os-casais-cometem.html


Existem alguns casais que podem viver brigando com freqüência, apesar de orar, de ler a Bíblia e de se amarem. Facilmente por qualquer bobagem se desentendem. E assim, podem chegar ao ponto de se agredirem mutuamente por meio de palavras proferidas com raiva e ressentimentos.


O apóstolo Paulo faz a seguinte advertência: “Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede que não sejais mutuamente destruídos.” – Gálatas 5:15.
À luz da Bíblia pode-se afirmar que é possível discordar sem brigar, discutir sem se ferir, falar a verdade sem magoar. Portanto é necessário que o casal reconheça que possui maus hábitos na maneira de conversar (às vezes, herdados imperceptivelmente de outras pessoas) e comece um processo espiritual de colocar em prática algumas dicas bíblicas de comunicação em sua vida conjugal.


1.1) NÃO FALAR O QUE ESTÁ ACONTECENDO CONSIGO

“Então, lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui e vigiai comigo.” – Mateus 26:38.
O exemplo de Cristo em comunicar Seus mais íntimos sentimentos elucida a importância psicoemocional do diálogo sincero e aberto em nossos relacionamentos. No tocante ao casamento, entendemos que a comunicação pode fluir de forma íntima e verdadeira se houver entre o casal uma base sólida de companheirismo, compreensão, cumplicidade e confiança a ponto de poder expor para o outro, sem ter medo, o que está acontecendo em sua mente e coração. Esse é o nível mais íntimo de comunicação que um casal pode atingir em seu relacionamento: A revelação do que está acontecendo consigo. Essa liberdade de expressão é fundamental para se saber como fazer o outro feliz.
Ao comemorar as bodas de ouro, certo casal foi entrevistado por um repórter que desejava saber o segredo de um casamento tão duradouro. Então, sentindo-se orgulhoso, o marido respondeu:
- Você conhece o pão-bengala? A parte da qual mais gosto é o bico desse pão, mas desde que nos casamos, eu o corto e dou para minha mulher. Essa atitude simboliza um princípio do amor que sigo: primeiro ela.
Por sua vez, a esposa respondeu: Eu não sabia disso. Eu não gosto dessa parte do pão, e durante cinqüenta anos tenho comido por amor a ele. Agora que estamos sabendo, finalmente, vamos comer a parte da qual mais gostamos do pão.

1.2) VIVER MENTINDO E RECLAMANDO

“Deixando, pois, toda malícia, e todo engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações.” – 1 Pedro 2:1.
O amor, a confiança e a verdade geram intimidade. Isso é um princípio: Não existe intimidade num casamento sem verdade. Quando um dos cônjuges começa a mentir e enganar o outro, às vezes, por medo de ofendê-lo, pouco a pouco vai se metendo em situações cada vez mais difíceis. Por isso, Ralph W. Emerson disse: “Aquele que profere uma mentira não pode avaliar em que enrascada se meteu, pois precisará inventar mais vinte mentiras para encobrir a primeira.” E assim, transformará sua vida conjugal em uma teia de mentiras, a qual mais cedo ou mais tarde se romperá de forma dolorosa.
O casal que não vive reclamando, e nem esconde nada um do outro atinge um excelente nível de segurança e satisfação no relacionamento. Pois, a liberdade de falar a verdade, com amor, proporcionará ao casal uma comunicação plena e saudável.


1.3) NÃO PARAR PARA OUVIR

“Todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” – Tiago 1:19.
Quando temos pouca disposição para ouvir nosso cônjuge transmitimos a impressão de que o que ele pensa e sente não são tão importantes para nós. E assim, quem não quer ouvir se aborrece e quem quer falar se sente desvalorizado e rejeitado. Se isso acontece com você, use um cronômetro mental e procure investir mais tempo para ouvir seu cônjuge de duas formas: Por meio dos ouvidos (você ouve o que ele está dizendo) e pelo coração (o que ele está sentindo). Desenvolva a habilidade de ouvir seu cônjuge com interesse. Pare o que está fazendo e preste atenção no que ele está dizendo, ainda que você esteja assistindo a uma partida de futebol na televisão, ou seu seriado predileto (risos). Demonstre atenção por meio dos olhos e da expressão facial e corporal. Ele vai se sentir amado, valorizado, compreendido, aceito e apoiado. Essa atitude, ouvir mais e falar menos, vale por mil “eu te amo!”. Se, de repente, não for possível ouvir o outro naquele momento, diga-lhe: “Eu sinto muito não poder dar a atenção que você merece agora, mas a gente pode conversar melhor tal hora.”

Mulheres, para evitar falar com as paredes, lembrem-se dessa dica: De acordo com o terapeuta de casais Steve Stephens, geralmente a atenção de um homem dura três minutos, depois disso é aconselhável fazer-lhe perguntas e tocar nele com carinho, a fim de que ele mantenha a atenção no que você diz.


1.4) FALAR COM RAIVA

“Irai-vos e não pequeis; não se ponha o Sol sobre a vossa ira.” – Efésios 4:26.
A única forma de não pecar por causa da ira que está sentindo é estabelecer como hábito a prática espiritual de nunca falar ou fazer alguma coisa com raiva. Pois, 99,99% das vezes que falamos ou fazemos qualquer coisa com raiva erramos. Por isso, dê sempre um tempo, pois a ira vem, mas passa se você não alimentá-la em seu coração por meio de pensamentos e palavras. Lembre-se do que a Bíblia afirma: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.” – Provérbios 15:1. Suscita a ira tanto no coração de quem ouve como de quem fala.

Conta-se que depois de muitos anos de economia, certo rapaz comprou seu primeiro carro. Ele cuidava daquele carrinho “velho-novo” com muita dedicação. Um dia, ele foi passar o final de semana na casa da namorada que morava em outra região do país. Quando retornou viu que seu carro não estava como ele havia estacionado, e mais, havia um arranhão numa das portas e o pneu estava baixo. Ficou mais irado ainda, quando descobriu a causa de tudo: seu irmão havia usado o carro, escondido. A fúria foi tão grande que ele decidiu ir ao encontro do irmão que estava na faculdade. Ao tomar conhecimento, seu avô o chamou à parte e lhe disse: Você se lembra quando pegou o sapato emprestado de seu irmão e o sujou todo de lama? Você queria lavá-lo imediatamente, mas eu recomendei que esperasse o barro secar, pois assim ficaria mais fácil limpá-lo? Então, espere a raiva secar e depois vá falar com seu irmão. Dessa forma evitaremos briga em família. E as brigas, meu querido neto, muitas vezes não resolvem os problemas, agrava-os ainda mais.


1.5) FALAR OU RESPONDER COM RISPIDEZ E AGRESSIVIDADE

“A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um.” – Colossenses 4:6.
Em qualquer situação esse é o princípio que deve reger nossa comunicação na vida a dois. A maneira como falamos ou respondemos ao nosso cônjuge é mais importante do que o que e como ele fala. Se a sua palavra ou resposta sempre for agradável e temperada com pitadas de sal de sabedoria, de compreensão e mansidão dificilmente haverá retaliação, feridas emocionais e ódio. Por isso, sempre prefira falar ou reagir com sabedoria e delicadeza, ao invés de rispidez e agressividade.

Certo dia, o Sol e o vento estavam discutindo diante da natureza sobre qual deles era o mais forte. De repente, surgiu um velhinho que estava caminhando em direção a sua casa. O vento decidiu desafiar o Sol dizendo:
- Aposto que consigo tirar o casaco daquele velhinho mais depressa do que você.
A natureza pegou o cronômetro e o Sol se escondeu por trás de uma nuvem. Então, o vento começou a soprar e quanto mais forte soprava, mais o velhinho se encolhia embrulhando-se no casaco. Quando o vento quase ia se transformando em furacão a natureza disse: - Basta! Assim você vai matar o velhinho.
Por sua vez, o Sol saiu, olhou e sorriu para o velhinho. E este foi logo tirando o casaco e enxugando o suor da testa com o lenço. Assim não só ficou provado que o Sol é mais forte do que o vento, mas que a delicadeza é melhor do que a fúria.


1.6)FALAR SEM AVALIAR PRIMEIRO O QUE VAI DIZER

“As pessoas sábias pensam antes de responder, as pessoas más respondem logo, porém as suas palavras causam problemas.” – Provérbios 15:28 (Nova Tradução na Linguagem de Hoje).
Não se precipite! Exerça domínio próprio a ponto de ouvir, com equilíbrio emocional, tudo o que seu cônjuge tem para lhe dizer. Não cometa o erro de interrompê-lo porque isso poderá deixá-lo irritado. Não peça, impaciente, que ele fale com calma porque isso é uma incoerência. Avalie sempre o que vai dizer. Não use o silêncio como resposta porque isso poderá fazer com que ele pense que está certo, ou que você o está menosprezando. É necessário falar, mas é importante avaliar primeiro sobre o impacto que suas palavras irão causar no coração dele. Por isso, o apóstolo Paulo aconselha: “Não digam palavras que fazem mal aos outros, mas usem apenas palavras boas, que ajudam os outros a crescer na fé e a conseguir o que necessitam...” – Efésios 4:29 (Nova Tradução na Linguagem de Hoje).


1.7) AMEAÇAR, CENSURAR, CRITICAR E CONDENAR QUANDO O OUTRO ERRA

“Irmãos, se alguém for surpreendido em alguma falta, vós, que sois espirituais corrigi-o, com o espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado.” – Gálatas 6:1.
Quando um dos cônjuges erra, não precisa que o outro lance contra ele as pedras da crítica, censura, condenação e ameaças porque sua própria consciência já o apedreja. Por isso, corrija-o, espiritualmente, com a brandura da sabedoria e do perdão, a fim de que ele se sinta encorajado, por amor, a vencer seu erro. Experimente essa fórmula bíblica, e você verá que ao plantar uma flor de brandura no coração de seu cônjuge, surgirá um jardim de paz no seu casamento.

Creio que estas dicas funcionam, no entanto, faz-se necessário que vocês:

1.Orem. O salmista afirma: “Ainda a palavra me não chegou à língua, e Tu, Senhor, já a conheces toda.” – Salmo 139:4. Uma vez que é assim, clame do íntimo de seu coração, quando sentir-se tentado a falar de uma forma que não deveria; “põe guarda, Senhor, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios.” – Salmo 141:3.

2.Memorizem e recitem: “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.” – Provérbios 25:1.

3.Pratiquem. Pois, a Bíblia afirma o seguinte: “Se alguém entre vós cuida ser religioso e não refreia a sua língua, antes, engana o seu coração, a religião desse é vã.” – Tiago 1:26.




Leia Mais...

Aperfeiçoamento Profissional - VISÃO


Por Auberan Varela

 
Amados irmãos, a postagem desta semana está direcionada ao profissional que ocupa um cargo de liderança ou pretende exercê-lo.

O tema abordado é: Visão.

Poucas coisas são mais importantes, para quem exerce liderança, que a visão. Um líder eficaz prevê algo na frente, ele é pro ativo, antecipa-se as coisas, vê aquilo que os outros não enxergam. Os lideres que temem a Deus seguem em sua vida o modelo de Jesus e buscam em Deus ter visão de que futuro Deus tem para eles e buscam ter clareza sobre o que Deus os chamou a fazer. Pois não importa qual área de atuação o líder atue, certamente Deus tem um propósito para ele naquela área a qual ele está. Basta tão somente estar atento e em comunhão com Deus para enxergar e entender o propósito do Pai.

Leia 2Corintios 12.1-6

1 EM verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor.
2 Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei: Deus o sabe), foi arrebatado até ao terceiro céu.
3 E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe)
4 Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, de que ao homem não é lícito falar.
5 De um assim me gloriarei eu, mas, de mim mesmo, não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas.
6 Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas deixo isto, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê, ou de mim ouve.


O apóstolo Paulo teve as duas visões. Por meio de uma visão miraculosa ele foi levado ao céu, onde viu imagens espetaculares demais para que as pudesse comunicar mais tarde, imagens que ele não tinha permissão para revelar. Essa visão o capacitou a passar por dificuldades e sofrimentos intensos com fé inabalável em Deus. 

Por vezes na vida de um líder surgem dificuldades que tendem a abater o espírito e o motivar a desistir. Porém se este líder tem uma visão voltada para Deus, certamente o Espírito de Deus o ajudará a vencer todas as barreiras, pois uma pessoa com visão espiritual orientada por Deus desenvolve em si uma baseada na fé, pura e verdadeira.



Paulo teve ainda outra visão. A primeira foi do céu e do seu futuro lar. A segunda foi sobre o ministério terreno entre os coríntios. Mesmo que Deu não lhe dê uma visão do céu como fez a Paulo, ele certamente vai lhe dar uma visão de si mesmo. Por meio de toda a palavra  ele vai lhe mostrar quem ele é e vai também lhe revelar aspectos específicos sobre o seu destino espiritual. À medida que o busca na sua Palavra e por meio da oração, peça que Ele se revele a você. Peça que Ele lhe dê uma imagem clara do trabalho para o qual ele o chamou e que ele quer q você o ajude a realizar.


Referência Bibliográfica: Bíblia do Executivo.

Leia Mais...

Charge



Leia Mais...

O Poder do Perdão

Por Anderson Penha

O filme O Poder do Perdão é baseado no livro "A Christmas Snow" e será o novo lançamento da distribuidora BV Films, no Brasil. O longa metragem ira abordar a temática da relação entre Pai e filha a partir de um enredo no qual o Pai abandona a filha há 30 anos atrás e isso trás consequências para os dias atuais, principalmente no Natal, mas algo ira ocorrer na história e irá surpreender o telespectador apontando o perdão.

A produção e direção de Tracy Trost recebeu aprovação máxima pela Dove Family, organização que pontua filmes com temática para a família. Vamos aguardar, logo a BV Films que já liberou o trailer no youtube, ira lançar em DVD do filme.

Assista ao trailer:

Leia Mais...

SOM ANALÓGICO OU SOM DIGITAL: QUAL É O MELHOR? PARTE I

Por Eliasibe de Jesus

Em outras postagens trouxemos à lembrança algumas considerações sobre hinos antigos, hinos modernos, discos em vinil, vitrola, enceradeira, entre outras coisas. Ei! Mas não pensem que sou tão velho assim, hein? Nem tanto! É verdade que já vivi em 2 séculos diferentes...mas, vocês também...então estamos quites...hehehe....não sou do Período Jurássico, mas sou do tempo que meus pais compravam os famosos bonecos do playmobil...vai dizer que você também nunca possuiu um playmobil?

Bom! Esta semana gostaria de trazer um assunto bem interessante, visto que a maioria de nós pertence a uma geração que viveu e ainda vive a revolução tecnológica em várias áreas, bem como na área musical e fonográfica:

Qual o melhor som: analógico ou digital? Qual dos sistemas apresenta melhor qualidade (ou fidelidade) sonora? O disco em vinil ou o CD?

Não se preocupem! Não tenho a intenção de apresentar nenhuma monografia sobre o assunto, nem também quero que a leitura se torne enfadonha com muitos termos técnicos e etc. Porém, traremos algumas definições e conceitos que facilitarão o entendimento sobre o assunto.

Sempre tive curiosidade para saber por que quando ouço os discos em vinil e ouço as mesmas músicas em CDs ou DVDs, sempre percebo diferenças na qualidade dos sons. Não estou falando dos chiados e estalados produzidos pelos discos em vinil ou do som brilhante dos CDs ou DVDs. Sinto uma diferença grande na fidelidade sonora dos dois sistemas quanto à "profundidade" e "calor" dos sons. E assim, me interessei em querer entender um pouco sobre o assunto.

De forma muito sucinta quero apresentar-lhes algumas definições e o que significa um som analógico e som digital:

Afinal, o que é o som?

Em geral percebemos o som através de variações de pressão no ar que atingem nosso ouvido. É mais ou menos assim: as moléculas de oxigênio estão disponíveis no ar. Quando uma onda de som é emitida (a voz ou o som de instrumentos, por exemplo) então o que ocorre é a perturbação do meio pela onda e, como consequência, há o choque das moléculas de oxigênio uma nas outras, o que nos garante ouvir os sons produzidos.

Os sons que ocorrem no meio ou que são gerados por instrumentos musicais são geralmente complexos, pois são providos dos chamados harmônicos que podem ser entendidos de forma simples: são múltiplos das frequências fundamentais de cada som. São pequenos sons que se multiplicam a partir de um som original. Vão se multiplicando para gerar um som único.

Bom! O Som mais simples que existe é o chamado som puro e é representado por uma senóide. Este som não existe na natureza. Só pode ser gerado a partir de um sintetizador eletrônico. Possui uma velocidade de oscilação ou frequência que se mede em hertz (Hz) e uma amplitude que é medida décibeis (dB).

Calma, calma, calma! Não é uma aula de física...não se desespere! Principalmente você vestibulando!

Os sons audíveis pelo ouvido humano têm uma freqüência entre 20 Hz (som graves) até 20 kHz (sons agudos).

Os sons são usados de várias maneiras, muito especialmente para comunicação através da fala ou, por exemplo, através da música.

O que é Som Analógico?

Como já dissemos, as ondas sonoras são as oscilações do ar que vão variando ao longo do tempo de acordo com as características dos sons.

A representação gráfica mais próxima do som analógico é a figura da senóide (mostrada acima).

Assim, gravações feitas em sistemas mecânicos (vinil) e sistemas magnéticos (fitas cassete, fita de vídeo etc) conseguem emitir sons muito próximos à onda da senóide (onda perfeita e contínua). Ou seja: esses sistemas (sistemas analógicos) conseguem armazenar praticamente todas as frequências geradas pelos sons, desde as mais graves até as mais agudas.

O que é Som Digital?

É a representação digital de uma onda sonora por meio de código binário que são combinações de 0 e 1.

Assim, os sons são transformados em dados (0 e 1) durante a gravação. Os dados que vão sendo armazenados no computador são convertidos de som analógico (som natural) para dados digitais. Os programas conversores então “redesenham” a onda original utilizando os códigos binários (combinações de 0 e 1) tentando simular a mesma.

O resultado é que o som gravado é armazenado e reproduzido por mídias tipo CD, MiniDisc ou DAT através de arquivos de áudio em diversos formatos, como WAV, AIFF, MP3, OGG, entre outros.

O processo de conversão do som analógico para digital acarreta a perda de determinadas frequências. Por isso, falei daquela falta de "profundidade" e "calor" ao ouvir os dois tipos de sons. É sabido que, o som digital nunca poderá representar o som analógico de maneira plena, visto que não se consegue captar na forma digital todas as frequências (ou todos os sons) geradas inicialmente.

A figura ao lado representa os dois sistemas acima apresentados: a onda cinza é o desenho gerado por um som analógico. Perceba que é uma onda contínua e sem interrupções. Já a onda em vermelho é a representação do mesmo som no sistema digital.

Perceba que há “quebras” (batentes) no sistema digital (em vermelho) que representa o corte de algumas frequências na hora da gravação em meio digital, o que acarreta perda da percepção dessas frequências pelo ouvido humano. Daí a grande discussão acerca do que é mais fiel: som analógico ou som digital?

Na próxima semana, traremos pareceres e a conclusão sobre as vantagens e desvantagens dos dois tipos de sons.

Deus vos abençoe.

Publicado originalmente em www.mocidadecentral.blogspot.com em 05/11/2009

Leia Mais...

Culto do Vestibulando

Leia Mais...

DICA: CONCURSO DA PETROBRAS

Por Auberan Varela


A PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS realizará Processo Seletivo Público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva.
As inscrições serão abertas a partir desta quinta, 24 de novembro de 2011. O edital Nº. 02/2011 já encontra-se publicado e pode ser consultado no site da Fundação CESGRANRIO. Estão sendo ofertadas 350 vagas, além de formação de cadastro de reserva para cargos dos níveis médio e superior. A remuneração mínima varia de R$ 2.170,84 a R$ 6.217,19, acrescida de uma série de benefícios, tais como auxílio-creche, auxílio-ensino, complementação educacional, assistência multidisciplinar de saúde, Plano de Previdência Complementar e participação nos lucros e/ou resultados.

Os graduados de nível superior em Engenharia Geológica, Geofísica ou Geologia poderão concorrer a uma das 76 vagas nacionais no cargo de geofísico (a) júnior - geologia.
 
A demais vagas serão para candidatos com formação técnica de nível médio, nos cargos de:
  • técnico (a) de contabilidade júnior,
  • técnico (a) de estabilidade júnior;
  • técnico (a) de exploração de petróleo júnior - geodésia;
  • técnico (a) de exploração de petróleo júnior - geologia;
  • técnico (a) de exploração de petróleo júnior - informática;
  • técnico (a) de logística de transporte júnior - operação;
  • técnico (a) de manutenção júnior - caldeiraria;
  • técnico (a) de perfuração e poços júnior;
  • técnico (a) de projetos, construção e montagem júnior - elétrica;
  • técnico (a) de projetos, construção e montagem júnior - estruturas navais;
  • técnico (a) de projetos, construção e montagem júnior - mecânica;
  • técnico (a) de suprimento de bens e serviços júnior - elétrica;
  • técnico (a) de telecomunicações júnior e
  • técnico (a) químico (a) de petróleo júnior.

Para esses cargos, a distribuição das vagas foi disposta por pólo de trabalho e por localidades (Estados e cidades) e vale ressaltar que o interessado deverá possui a formação técnica na área específica a qual pretenda concorrer.

As inscrições Prosseguirão abertas até o dia 13 de dezembro 2011, na página da FUNDAÇÃO CESGRANRIO, que é a organizadora deste processo seletivo. Quem não dispuser de acesso à Internet poderá se dirigir a um dos locais de inscrição que a FUNDAÇÃO CESGRANRIO disponibiliza, em dias úteis, nos endereços listados no edital (Link para editalf). Os candidatos deverão verificar e imprimir a Confirmação de Inscrição no site da CESGRANRIO, a partir de 18 de janeiro de 2012.

A Taxa de inscrição para os cargos de nível médio, é de R$ 35,00, enquanto para o cargo de nível superior é R$ 50,00.

O concurso será constituído de provas objetivas, contendo tanto conhecimentos básicos quantos específicos. Elas serão aplicadas provavelmente no dia 22 de janeiro de 2012, nas cidades de:
  • Aracaju/SE,
  • Belém/PA,
  • Belo Horizonte/MG,
  • Brasília/DF,
  • Campinas/SP,
  • Campo Grande/MS,
  • Curitiba/PR,
  • Florianópolis/SC,
  • Fortaleza/CE,
  • Goiânia/GO,
  • João Pessoa/PB,
  • Macaé/RJ,
  • Maceió/AL,
  • Manaus/AM,
  • Mauá/SP,
  • Natal/RN,
  • Porto Alegre/RS,
  • Recife/PE,
  • Rio de Janeiro/RJ,
  • Salvador/BA,
  • Santos/SP,
  • São José dos Campos/SP,
  • São Luís/MA,
  • São Paulo/SP e
  • Vitória/ES.

Apenas os candidatos ao cargo de técnico(a) de perfuração e poços júnior serão submetidos a exame de capacitação física.
Os gabaritos das provas objetivas do concurso Petrobras 2011 serão divulgados na data provável de 23 de janeiro de 2012.
A última etapa do processo de seleção será a qualificação biopsicossocial (eliminatória), composta por avaliação psicológica, exames médicos e levantamento sociofuncional.

A critério da Petrobrás, o prazo de validade deste Processo Seletivo Público, que é de seis meses, poderá ser prorrogado por igual período. Para efeitos de contagem desse prazo, será considerada a data que em for publicado o Edital de homologação dos resultados finais.

sites relacionados:

Leia Mais...

Minha família não aceita o meu namorado: e agora?


Por Cintya Machado



Artigo enviado e sugerido por Kedma!
Que Deus abençoe a todos!
A paz do Senhor!

Depois de muita busca, muita conversa e alguma frustração, de repente, como num passe de mágica, você finalmente encontrou aquela pessoa que buscava. Ele era tudo com que você sonhava, o que te fez crer que a felicidade enfim bateu à sua porta. Vocês se gostam, têm muitas afinidades, se entendem e o mais importante: os dois desejam estar juntos. Nada poderia estragar ou mesmo abalar toda essa felicidade... Será?

Então chega o dia em que finalmente você vai apresentar o felizardo para sua família. Tudo corre bem, todos são muito educados e corteses, mas, quando ele vai embora, sua família mostra ter implicado com seu namorado. Seu pai acha que ele não ganha bem o suficiente para estar com você, sua mãe acha que seu ex era muito mais bonito, seu irmão pensa que você merecia coisa melhor. Resumindo a ópera, sua família simplesmente não aceitou seu namorado. E agora, o que fazer?

De uma hora para a outra, você se vê como que no meio de um grande cabo de guerra. De um lado está sua família, que você sempre valorizou e considerou ao extremo, e de outro o amor que você encontrou, mais recente, mas certamente tão importante quanto. Como sair desta cilada?

Em primeiro lugar, é importante dizer que as famílias são muito diferentes entre si, e é preciso levar isso em consideração ao pensar neste assunto. Há pais que implicam com todos os relacionamentos dos filhos, mas há também famílias que não têm problemas quando um de seus membros está se relacionando com alguém, e a rejeição ao namorado é algo pontual. Antes de qualquer coisa, identifique qual o estilo de sua família, pois a partir disso você poderá pensar melhor o que fazer.

Penso que, quando a família não é de implicar à toa com os(as) companheiros(as) dos filhos, não custa nada parar e pensar se ela tem alguma ponta de razão. Isso não significa abrir mão, automaticamente, do seu amor. Significa apenas que você pode pensar sobre isso e chegar à sua própria conclusão. De nada adianta simplesmente aceitar ou rejeitar instantaneamente uma opinião, sem parar para refletir se o outro tem ou não razão.

Se você analisou bem a situação e manteve a ideia de que aquele realmente é o amor da sua vida, que te faz feliz e com quem você quer estar, é importante ter em mente que você não precisa fazer uma escolha por um ou por outro. Amar um homem ou uma mulher não reduz em nada o amor que você tem pela sua família, de modo que você não tem qualquer necessidade de escolher entre a família ou o namorado. É evidente que poderá haver eventos em que você estará com a família e não com o namorado. Eventos de família, por exemplo, poderão excluir a presença do seu namorado, assim como o aniversário do último excluirá sua família. Se você souber se dividir bem e conseguir dar atenção a ambos, tudo estará resolvido, ainda que a situação não seja a ideal.

É importante levar em conta um dado: os pais passam anos e anos fazendo escolhas pelos seus filhos. São eles quem decidem o que os filhos comerão, onde estudarão, a hora de dormir, o jeito de educar. Quando chega a hora em que os filhos começam a caminhar com as próprias pernas e tomar suas próprias decisões, muitos pais ficam inseguros, pensando que eles ainda não sabem qual o melhor a se fazer. E a escolha do namorado acaba passando por aí. É importante, então, que o filho possa conversar com os seus pais e mostrar que está tomando decisões maduras e pensadas, que sabe as consequências de seus atos e, principalmente, de que está feliz com aquela pessoa. Às vezes são necessárias várias conversas ou mesmo apenas de tempo para que sua família veja que você cresceu e saber o que quer.

A tendência é que, conforme o namoro avance e a família te veja feliz e realizado, tudo seja reconsiderado. É claro que sempre há casos de famílias que passam a vida rejeitando o genro ou a nora, mas há tantos outros casos em que tudo termina bem, com todos se adorando.


Este artigo foi escrito por:

Dra. Mariana Santiago de Matos

Psicóloga

Leia Mais...

Inabalável


Por Anderson Penha

A paz amados irmãos! Deixo como dica da semana, essa belíssimo filme, baseado em fatos reais, que narra uma história de vida, pautado no projeto de Deus, independente das circunstancias da vida.

Após alcançar o auge da popularidade no Colégio Pampa High School, Amy Newhouse (Anne Underwood) precisa agora enfrentar o maior desafio de sua vida: um câncer. Com fé e coragem, Amy sensibiliza a comunidade, e seu caso chama a atenção de todos. Logo uma corrente de oração é formada em prol do seu restabelecimento. No entanto, diante das circunstâncias e do aparente “não” de Deus, todos desanimam e começam a desacreditar que um milagre possa acontecer. Ao mesmo tempo, seu legado de fé, seus exemplos e ensinamentos mostram a todos os céticos que existe um plano maior.



Assista ao trailer abaixo:

Leia Mais...

SIGNIFICADOS DE "LOUVOR"

Por Eliasibe de Jesus


Olá, amados! A Paz do Senhor!

A seguir um texto interessante sobre as definições de louvor contidas na Bíblia. Deus vos abençoe!



Na Bíblia encontramos por várias vezes as palavras: louvar, cantar, dançar, exaltar etc; mas as raízes etimológicas destas palavras são diferentes, assim como seus significados.

Não podemos dar uma fórmula ou uma receita de como adorar ao Senhor, porque a adoração é algo espiritual, íntimo e pessoal. Mas a Bíblia nos ensina como podemos expressar exteriormente nossa experiência íntima e pessoal com o nosso Senhor.

As pessoas que se rendem ao Senhor em louvor e adoração liberam a gloriosa presença de Deus mesmo que estejam enfrentando circunstâncias difíceis (At 16:25-26). Há poder no louvor!

A seguir, vamos ver 7 palavras em hebraico que traduzem "louvor":

1- YADAH 

Significa uma ação voluntária que expressa dependência absoluta em Deus, estendendo os braços e levantando as mãos, louvando ao Senhor (II Cr 20:19; Sl 63:4; 134:2; I Tm 2:8). 

O antônimo de yadah é encolher os braços e as mãos em sinal de desespero e angústia. Alguns cursos que falam da personalidade humana, falam sobre a importância da linguagem corporal, e ensinam que sem palavras e apenas através de gestos, posturas e movimentos corporais, podemos comunicar e expressar atitudes e mensagens positivas ou negativas.

2- TOWDAH (em hebraico se pronuncia TOVDA)

Significa levantar as mãos com ações de graças, apresentar sacrifícios de ações de graças, não somente por tudo o que já recebeu, mas também por aquilo que se espera receber. Fé em ação – Jr 33:11.

Segundo o Salmo 100:4, a "chave" para termos uma vida de louvor, de vitória e êxito é: "Sacrifícios de ações de graças". As pessoas que perdem esta "chave" tornam-se pessoas amargas, rancorosas, inconformadas, e vivem culpando e acusando a todos de tudo e por tudo!

Algumas razões da importância de levantarmos as mãos: Sl 28:2; 134:2; 141:2; 63:4; I Tm 2:8.

3- HALAL 

Significa celebrar com palavras, falar entusiasmadamente de algo ou alguém (Sl 35:27; 98:1; 106:1). O gozo interior deve expressar-se exteriormente. O louvor sempre é extrovertido, audível e visível (na adoração não acontece isso necessariamente).

Quando exaltamos ao Senhor e celebramos a sua vitória na cruz do calvário, automaticamente estamos fazendo com que o diabo se lembre que está derrotado! Satanás odeia a Deus e, por isso, quer roubar a alegria e a paz que há em nós (Jo 10:10).
O Salmo 66:1-2, nos exorta a expressarmos na terra o glorioso e eterno louvor celestial, em outras palavras, que possamos experimentar em adoração um pedaço do céu aqui na terra. O mundo precisa ver o amor e a graça de Deus através da unidade do corpo de Cristo aqui na terra (a Igreja), unidos em espírito louvando e adorando ao Senhor a uma só voz!

O Salmo 69:30-32, diz: "Louvarei com cânticos o nome de Deus, exaltá-lo-ei com ações de graça. Será isso muito mais agradável ao Senhor....vejam isso os aflitos e se alegrem...". Se nós, em vez de louvarmos a Deus ficarmos murmurando, criticando e se queixando, as pessoas não irão crer que o nosso Deus é bom, fiel e verdadeiro!

O tamanho da revelação que temos a respeito de Deus também será o tamanho do nosso louvor e adoração a Ele! Se a revelação que temos de Deus é pobre, pequena ou medíocre, assim será o nosso louvor a Ele.

Deus fala bem a respeito de nós, por isso devemos também falar bem a respeito dele! Ele disse que somos o gozo do seu coração, que somos formosos, que somos seu especial tesouro, que com amor eterno nos tem amado, que somos o objeto do seu amor (I Pe 2:9; Ec 3:11; Is 43:1-4; Zc 2:8). Devemos louvar a Deus porque Ele é incomparável (Sl 89:8; 113:5).

O louvor não é um "emocionalismo", mas é emocional! Nossa vida de louvor não deve ser fundamentada em sentimentos e emoções, mas as emoções surgirão como o resultado de louvar ao Senhor, dando os passos de fé desafiando todo obstáculo baseados em Sua Palavra. Por vezes, passamos por dificuldades e problemas na vida, então parece ser mais difícil louvar ao Senhor, mas quando o louvamos em "sacrifícios de louvor", Ele sempre honra esta classe de fé e por isso nos enche da sua alegria e nos concede vitória em meio as dificuldades!

O emocionalismo surge quando somente se louva quando "tenho vontade", e termina quando "não tenho mais vontade" de continuar louvando ao Senhor. O fato de não louvar ao Senhor simplesmente por não me achar pronto para isso, significa um verdadeiro emocionalismo. É permitir que as emoções governem a minha vida e comandem meu nível de louvor ao Senhor. Isso é emocionalismo!

O verdadeiro louvor é diferente de emocionalismo; se deve louvar a Deus com entusiasmo, mesmo que não há esse desejo. O louvor não é um emocionalismo, mas é emocional! Convém louvar a Deus de maneira emocional. Deus criou os sentimentos e as emoções, e o louvor é o modo mais nobre de poder expressar isto!

O "estar em pé" enquanto louvamos ao Senhor tem 2 funções principais:
A) Tem haver com o respeito, reverência e solenidade para com o Senhor. 
B) Tem haver com a atenção e concentração. Quando estamos sentados e relaxados a capacidade de concentração e atenção diminui.

4- SHABACH 

Significa expressão de júbilo e vitória. Expressões em alta voz, forte voz, gritos de júbilo (Sl 47:1). Quando nos lembramos que maior é aquele que está em nós do que aquele que está no mundo e celebramos ao Senhor com vozes de júbilo, estamos lembrando ao diabo que ele já está derrotado!


5- BARAK 

Significa bendizer ao Senhor, como um ato de adoração. Prostrado, ajoelhado na presença de Deus, esperando receber um milagre dele (Sl 95:6; Ne 8:6). Deve haver uma coerência entre o que cantamos e o que expressamos. Precisamos expressar e viver o que cantamos (Fl 2:10-11).

6- ZAMAR 

Significa usar ritmos e música. Tocar com os dedos das mãos um instrumento musical. Tocar e cantar a música com força, vigor, entusiasmo e sentimento (Sl 33:3; 57:9; 105:2; 108:3; 150:1-6).

7- TEHILLAH

Significa a forma mais exaltada de louvor ao Senhor. É louvar ao Senhor com um cântico novo, um canto não aprendido previamente de memória. A ênfase principal desta palavra é dar liberdade ao espírito para que expresse com voz audível, palavras de gratidão e adoração, estabelecendo uma relação íntima e amorosa com o Senhor. 

O Senhor habita, reina, mora, governa, se manifesta entre nós com poder quando o adoramos em espírito e verdade (Sl 22:3; Is 61:3; Êx15; Ef 5:18-19; II Cr 20:22; I Co14:15).

Deus abençoe!

Ronaldo Bezerra


Extraído do site www.ronaldobezerra.com.br em 18/11/2011 às 20:15h.

Leia Mais...

Evangelismo social

Por Michele Dantas


        Você já parou para imaginar o que seria evangelismo social? É o termo utilizado para evangelizar de maneira diferente, levar a confiança a povos que não foram alcançados pela verdade encontrada na palavra de Deus, através de ações sociais simples. O amor é o primeiro passo para alcançar corações tão sofridos pelo pecado, pelo desprezo do mundo. Um simples sorriso no rosto faz toda diferença quando se oferece orientações a respeito da alimentação saudável, de uma verificação de pressão arterial, índice glicêmico em pacientes carentes de assistência médica. 
        A igreja do Senhor está cada vez mais envolvida com projetos desse tipo, muito jovens apostam nesse tipo de evangelismo, acreditam que essa é uma maneira eficaz de levar Jesus as pessoas, se doam, se esforçam, deixam seus próprios lazeres e confortos com família e amigos e vão em prol de vidas que não conhecem a Jesus Cristo que tanto peregrinou a favor de fracos, doentes e famintos.  
       A recompensa de um trabalho tão frutífero desse são os sorrisos nos rostos das pessoas que conheceram o outro lado da igreja do Senhor, o lado social, o lado humano em se preocupar com pessoas que não são assistidas por quem deveriam ser assistidas. Você já parou para pensar que se não fosse Deus na sua vida, você jamais teria entrado na Universidade, jamais teria concluído o curso tão sonhado que iria te render não sei quanto de salário? Você já pensou em de alguma maneira devolver para a obra do Senhor uma parte de tudo aquilo que ele lhe deu, afinal quando nós nos formamos dizemos para todos: - Se não fosse Jesus jamais teria concluído, jamais teria entrado nesse curso tão difícil e concorrido. 
        Assim os testemunhos lotam os púlpitos das igrejas com agradecimentos de jovens que obtiveram sucesso, mas se esqueceram de devolver para o povo que mais precisa, aqueles que não tem como pagar pelo serviço. 
         Ofertar nunca foi demais, esse com certeza é um ato de adoração ao Senhor, nesse tipo de trabalho você está dizendo para toda sociedade que está feliz em trabalhar, com sorriso no rosto, seja qual for o dia do ano, pois o maior prazer na vida é adorar o nome do Senhor Jesus.
      Que o senhor Jesus vos abençoe e que desperte em cada jovem que se sente agradecido pelas conquistas, o desejo por  missões e evangelismo social, pois ainda há uma dificuldade em nosso meio em conseguir apoio profissional e financeiro em prol dessa obra.




A paz do Senhor queridos!

Louvado seja o nome do Senhor Jesus!

Leia Mais...

Viver é Cristo

Leia Mais...

Aperfeiçoamento Profissional – VALORES


Por Auberan Varela


A sociedade hoje vive de uma maneira que muitos valores importantes ao caráter humano são banalizados. “O tudo é normal” que vemos ocorrer hoje em dia trás muito prejuízo a formação dos jovens que estão inseridos neste contexto.
Buscar discernimento do que é certo ou errado está cada vez mais difícil, pois a normalidade com a qual a sociedade se expressa hoje torna uma tarefa árdua se lutarmos contra isso com nossas próprias forças.
Pois os valores que a sociedade apresenta hoje são superficiais e subjetivos. 

Se construirmos nossos valores morais baseando nossas ações pelo que aprendemos com este mundo, nós ficaremos confusos pelo egoísmo generalizado que observamos atualmente. Cada um está interessado apenas no que lhe dá proveito ou que lhe diz respeito, o alheio não lhe interessa. Isso representa uma sequeira espiritual grave. A compaixão, a caridade e o amor estão pouco presente em nossos relacionamentos cotidianos. Isso reflete em todas as áreas de nossa vida, inclusive na profissional.

Hoje em dia tomar proveito de uma situação no trabalho é muito comum. Não é difícil encontrar pessoas que se beneficiaram de forma ilícita em seu trabalho. Isso acontece quando nesta pessoa os valores morais que norteiam o bom caráter são esquecidos. Esquecidos justamente por esta “normalidade” que vivemos hoje em dia, onde tudo pode, tudo é normal, onde o errado é relativo, mas que na verdade não deve ser.

Em um país como o nosso infelizmente, vemos muitas reportagens sobre recebimento de propinas, enriquecimento ilícito, sonegação de impostos, pessoas que prejudicam outras para tomar proveito de alguma situação. É muito freqüente ouvir pessoas falando mal de outras que são bem sucedidas e desta forma atestam sua incapacidade intelectual e prática. Coisas estas que denotam a fraqueza de valores morais imposto pela sociedade contemporânea. E com isso é comum hoje em dia ver muitos profissionais ficarem com suas carreiras comprometidas por desenvolver comportamentos desta natureza.

Há uma saída para isso? Claro! A bíblia nos dá vários caminhos para fugir dessa perda de valores. No Salmo 15 o rei Davi, mostra um comportamento movido por valores que refletem o caráter absoluto e imutável de Deus. Valores os quais devemos buscar como quem busca tesouros escondidos.

Medite no que diz o Salmo 15:

1 SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? quem morará no teu santo monte?
2 Aquele que anda em sinceridade, e pratica a justiça, e fala verazmente, segundo o seu coração;
3 Aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhuma afronta contra o seu próximo;
4 Aquele a cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao Senhor; aquele que, mesmo que jure com dano seu, não muda.
5 Aquele que não empresta o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente; quem faz isto nunca será abalado.


Este comportamento descrito no salmo acima, parece descrever o comportamento do verdadeiro cidadão dos céus. É isso que devemos buscar. Este é o comportamento de quem tem prazer na presença de Deus. Um comportamento baseado em valores que expressam o caráter perfeito de Deus e a Sua justiça.

Medite neste salmo e reflita que valores motivaram o comportamento do salmista. Depois examine-se e tente discernir que valores estão motivando seu comportamento. E que valores você gostaria que motivasse sua vida. Então busque inserir em seu comportamento os valores divinos. Assim você poderá construir uma vida, profissional e pessoal, vitoriosa e abençoada por Deus.

Uma boa semana a todos! Fiquem na paz do Senhor!

Leia Mais...

“Renúncia” é o primeiro filme lançado pela Assembleia de Deus

Por Anderson Penha

A paz meus irmãos! A dica da semana é esse projeto desenvolvido por jovens da Assembleia de Deus de Imperatriz, Maranhão, que se uniram em um projeto pioneiro no ministério: a produção do filme “Renúncia – Suas Escolhas Definem Seu Futuro” um longa que será distribuído pela Casa Publicadora das Assembleias para todo o Brasil.

O filme conta a história de Nanda, uma jovem evangélica que ao entrar para a universidade conhece o mundo do álcool, das drogas, sexo e luxúria e acaba se desviando da fé. O roteiro foi elaborado por Luaran Lins que teve acesso a uma pesquisa recente que mostra que mais da metade dos jovens cristãos se afastam da fé depois que entram para a universidade.

A partir dessa pesquisa ela escreveu o roteiro e entrou em contato com um amigo também assembleiano, Gildásio Amorim, que é editor de vídeo e juntos começaram a produção do filme. O custo médio de um longa desse porte é de R$400 mil reais, mas como toda a equipe atuou voluntariamente o custo diminui para R$60 mil.

“O baixo orçamento não foi empecilho para que fôssemos muito criteriosos na qualidade do projeto e para apresentar ao Brasil um filme de alta qualidade”, diz Luaran Lins.

Renúncia é o primeiro longa-metragem produzido pela Assembleia de Deus no Brasil e totalmente gravado em Imperatriz do Maranhão. Ele será lançado dia 23 de novembro no Auditório do Palácio do Comércio em Imperatriz e depois disso será distribuído para todo o Brasil pela CPAD.

O produtor afirma que “o objetivo é que o filme percorra todo o país como instrumento de evangelização, principalmente, nas escolas e faculdades”. O roteiro do longa será distribuído em livro e a trilha sonora foi gravada em CD pelo Ministério de Louvor Geração do Avivamento.

Assista ao trailer:



Fonte: http://www.gospelprime.com.br/

Leia Mais...

Lembram do cantor Danny Berrios?

Por Eliasibe de Jesus

Olá amados, a Paz do Senhor!

Vocês lembram do cantor Danny Berrios? Não? Mas com certeza lembram dos hinos: Ele é Jeová, El Shaday, Tomando de la Fuente, Me Diste Amor?

Clareou agora?

Daniel Berrios (Danny Berrios). 

Nasceu em 29 de outubro de 1961 na cidade de Miami, Flórida. Seu pai foi um pregador conhecido e um grande evangelista portorriquenho, José Pepito Berrios e sua mãe, Clara Berrios, de nacionalidade cubana. Danny Berrios é pai de 5 filhos, 4 meninas e um menino. 

O ano de 1980 marca o início do ministério de Danny Berrios. Neste ano foi cantar pela primeira vez em Quetzaltenango, Guatemala em uma campanha evangelística junto com seu pai. Nesta campanha Danny sentiu que Deus confirmava seu chamado. Desde então já se passou 29 anos de bençãos. 

Danny já visitou mais de 30 países incluindo toda América Central, América do Sul e o Caribe. Já gravou 20 discos, três em português e um em inglês. Em 1986 recebeu um Disco de Ouro da gravadora Polygram do Brasil pela venda de mais de 100.000 cópias de sua primeira gravação “Gloria a Dios”, levando em conta que esta gravação foi em espanhol, e não em português. 

Tem ministrado em cruzadas de conhecidos pregadores hispanos: Luis PalauAlberto Moteéis Yiye Avila entre outros. Também tem estado junto com prestigiados pregadores americanos como, Billy GrahamMorris Cerullo,Jimmy SwaggartLarry LeeSteve Fatow e Larry Jones entre outros. 

Atualmente vive en Houston, Texas, USA junto com sua esposa, Alma Berrios.

Gostaria de indicar um vídeo com o Danny Berrios interpretando uma música evangélica bastante conhecida de nós, natalenses: "La Alegria del Señor". Aliás, vale salientar que esta canção é de autoria de um potiguar.

Trata-se do cantor e compositor Eliezer Rodrigues, irmão da cantora Eliana Rodrigues, que hoje é pastor no estado de São Paulo.



Biografia retirada do site: www.letras.com.br em 11/11/2011 às 19:09h (com adaptações)

Leia Mais...

FRUTOS PERMANENTES


Por Michele Dantas


                   Evangelizar não é uma tarefa fácil, possa ser que para os dias de hoje sim pois os meios de comunicação ajudam os jovens a disseminar de todas as maneiras sem serem discriminados ou receberem reprovações da parte inclusive dos amigos do colégio, faculdade ou trabalho. As pessoas sedentas da palavra de Deus, estão cada vez mais a vontade para discutirem sobre o amor de Cristo, seja via e-mail, sms, sites de relacionamentos, etc.
              Devemos falar de Jesus, nem que seja com o testemunho pessoal, Deus nos usa como instrumento sempre e em todo lugar, basta estarmos atentos. Quem pela carne ficaria feliz em permanecer numa fila imensa, ou ter que viajar exaustivamente de ônibus (32 horas de viajem) para outra cidade, só para apresentar um trabalho com duração de apenas 6 horas, ou aguentar desprezo, defamações por orientadores da faculdade? Isso é sem dúvida a mão de Deus estendida sobre a vida de muitos jovens. Devemos encontrar nisso uma escada para levar o testemunho, levar o amor de Deus, dizer ao mundo que Jesus é a vida, é o preenchimento do vazio na vida de um jovem aflito que acha que pode encontrar prazer naquilo que é engano.
     Ao conhecerem a verdade, ao terem experiências com o Deus vivo, os jovens sedentos não contam outra, aceitam a Jesus como único e suficiente salvador, não há nem tempo de conhecerem sequer a igreja, mas sentem segurança naquilo que é sagrado, a palavra de Deus. Chegam a dizer: "aqui estou seguro, essa é a receita que faltava para incrementar a minha vida" outros dizem: "Jesus é a nota musical que faltava na musica da minha vida", Jesus é a água para quem está sedento. A sede é tão grande que pessoas aceitam a Jesus como senhor e Salvador virtualmente, por e-mail, SMS, glória a Deus, alelúia por isso!!! Entretanto, não são constantes, abundantes, experientes em Cristo, geralmente não há quem o acompanhe dia a dia, nem quem o ajude a crescer na fé, mostrando as dificuldades que podem aparecer, deixando essa responsabilidade para igreja, o que pode tornar um processo lento e muitas vezes falho, uma vez que ela não está todos os momentos com o novo convertido. Devemos ficar atentos para nossas responsabilidades como crente, sermos solidários uns com os outros, dar atenção aqueles mais novos na fé, incentivando, ensinando, exortando com carinho pedindo direção à Deus. 
        Deus sabiamente nos compara como árvores que brotam, crescem e dão frutos, porém esse processo não pode ser possível se não tiver alguém regando. "Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento" (I Co 3:6). Em João capítulo 15, mostra Jesus como uma videira verdadeira e nós os ramos, os galhos, que estão ligados na videira principal, Jesus. Ele diz que aquele ramo que não der fruto lança-se fora, e aquela que dá fruto limpa para que dê mais frutos (v.2). Ele com carinho exorta os que o cerca e lá no versículo 16 ele diz: "Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda". João 15:16 
        Em todo capítulo 15 do evangelho segundo escreveu João, Jesus nos ensina a dar frutos, a tirar de nós galhos que atrapalham o crescimento dessa árvore e a geração de frutos permanentes, constantes, abundantes no Senhor Jesus. Irmãos, que possamos adotar crentes, regá-los com lágrimas, intercedendo por suas vidas, sentindo suas dores, pelas dificuldades enfrentadas todos os dias, muitas vezes estão na igreja louvando hinos da harpa, desentoado por não possuírem técnicas vocais tais que impressionem a "plateia", glória a Deus, pois Ele sim contempla e recebe o perfeito louvor, pois é de coração. Somente Deus sabe como chega um novo convertido na igreja, muitas vezes abalado, por confusões e perseguições dentro de sua própria casa.
         Que o Senhor Jesus nos transforme, retire de nós galhos que nos impeça de dar frutos permanentes, ou seja, frutos que geram frutos...






A paz do senhor!!!

Referência: www.biblionline.com.br
    

Leia Mais...

Copyright © 2009 - Blog do DEJAD - is proudly powered by Blogger
Smashing Magazine - Design Disease - Blog and Web - Dilectio Blogger Template